Investt

Qualidade do atendimento, segurança nos negócios e agilidade, fizeram da Investt Imóveis uma das empresas mais consultadas do mercado, onde o cliente tem satisfação quando consulta seu website - www.investt.com.br - para comprar, vender, alugar ou permutar seu imóvel.

20 de Novembro – Dia Nacional da Consciência Negra

Datas Comemorativas
mulher-negra
20 de novembro de 2017 / By / , , , , , , /

“Não preciso ter ambições. Só tem uma coisa que eu quero muito: que a humanidade viva unida… negros e brancos todos juntos”

Bob Marley

Bob Marley disse isso há alguns anos, mas ainda hoje esta é uma realidade que precisa ser compartilhada entre todos nós. Isso porque a sociedade, tanto em nosso país, quanto fora dele, por incrível que pareça, ainda exclui e trata com preconceito negros. Prova disso são os recentes casos de racismo sofrido por celebridades como a atriz Taís Araújo, a jornalista e apresentadora da Rede Globo, Maria Júlia Coutinho, a cantora Preta Gil, entre outras, que sofreram ataques nas redes sociais, relacionados a cor de suas peles.

Estes são casos que têm maior alcance por se tratar de celebridades conhecidas nacional e até mesmo internacionalmente. Entretanto, existem inúmeros deles que são desconhecidos para grande parte da população, o que nos obriga a parar e refletir bastante sobre nossas ações e como podemos mudar esta realidade, tornando a sociedade mais igualitária, em todos os sentidos.

A origem da data

Trata-se do dia em que Zumbi dos Palmares, um dos maiores representantes dos negros em nosso país e líder do Quilombo dos Palmares, foi morto pelas tropas coloniais brasileiras, em 1695.

Em 1970 um grupo de quilombolas do estado do Rio Grande do Sul estabeleceu a data como o Dia da Consciência Negra, justamente para prestar homenagens e reconhecer o papel de Zumbi para a comunidade negra de nosso país.

Anos mais tarde, mais especificamente em 1978, foi instituído o Dia Nacional da Consciência Negra, determinado pela lei federal 12.519.

O que é considerado racismo?

É importante lembrar que o dia 20 de novembro é uma data utilizada para fortalecer e lembrar a importância da cultura negra em nosso país e também para combater o racismo, que infelizmente ainda acontece com frequência na sociedade em que vivemos.

Assim, é essencial entendermos o que é considerado racismo, para que dessa maneira possamos ajudar nesta luta, que não é só da população negra, mas de todos nós.

Antes de esclarecermos do que se trata racismo, é importante enfatizar que estamos falando de uma prática criminosa, inafiançável e imprescritível. Assim é considerado racismo o comportamento discriminatório direcionado a um determinado grupo, ou seja, trata-se de algo mais amplo, como situações em que:

  • Ocorre a recusa ou impedimento de acesso a estabelecimentos comerciais;
  • O impedimento de acesso à entradas sociais, elevadores, escadas, em prédios públicos ou residenciais;
  • Não empregar as pessoas em empresas privadas.

Neste sentido, estão enquadradas no crime de racismo os atos de praticar, induzir, incitar a discriminação ou preconceito em decorrência da raça, cor, etnia, religião ou nacionalidade.

Dados

De acordo com dados do Atlas da Violência 2017, lançado em junho deste ano pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, as principais vítimas da violência no Brasil são homens, jovens, negros e de baixa escolaridade.

Ainda segundo o estudo, a população negra de nosso país é que tem mais chances de se tornar vítima de mortes violentas (23,5%), sendo que de cada 100 pessoas mortas por homicídios no Brasil, 71% são negras.

Como podemos refletir?

É necessário nos mantermos atentos e não nos calarmos diante das situações de racismo que acontecem e que acontecerem ao nosso redor. Como dissemos no início, este é um papel social e não só da população negra do Brasil ou de qualquer outro país.

É fundamental que nos posicionemos, que façamos denúncias se nos depararmos com práticas de racismo nos ambientes em que frequentarmos, para que assim possamos combater qualquer tipo de preconceito ou discriminação que ocorrerem em nossa sociedade.

Você também pode gostar:

mulher-quadro verde
15 de Outubro – Dia do Professor
15 de outubro de 2017