Investir em imóveis sempre foi uma alternativa segura e rentável para os brasileiros, o momento atual continua oportuno para comprar apartamento em Goiânia
O melhor momento para investir é agora
Na década de 1980, o brasileiro investia em imóveis buscando se proteger da hiperinflação. Já nos anos 1990, o irracional plano econômico do governo Collor confiscou a poupança de milhões de brasileiros, deixando a popação traumatizada com qualquer tipo de apcação financeira em bancos, e para muitos, a melhor opção passou a ser o investimento em compra ou aluguel de apartamento em Goiânia e em todo país.
Aumento do crédito
A partir de 2005, a ampação do crédito imobiário fez com que o mercado imobiário brasileiro vivenciasse um período atípico de crescimento de vendas. O aumento de crédito deu a muitos brasileiros a oportunidade de adquirir seu primeiro imóvel, provocando uma verdadeira correria para a compra de apartamento em Goiânia e por todo Brasil. Essa demanda altíssima também restou em grande valorização, gerando excelente lucratividade para quem investiu em imóveis nos últimos anos.
De olho no futuro
Estudo recente feito pelo instituto Data Base mostrou que 7,9 milhões de famías de classe média pretendem adquirir um imóvel nos próximos dois anos. Atenção especial a popação jovem abaixo dos 35 anos que já representam 60%, se tornando o novo mercado consumidor dos próximos anos, causando novas demandas por imóveis. Com o mercado imobiário aquecido e a reazação de eventos como Copa do Mundo e Ompíadas, entre outros, fica evidente a demanda de novas construções e mantendo o custo de construção em alta.

Para quem está pensando em investir em imóveis é bom saber que um estudo recente desenvolvido pelo Creci-GO, aponta que os imóveis do tipo apartamento em Goiânia valorizaram 18% nos últimos 12 meses. Portanto, fica claro que comprar ou alugar um apartamento em Goiânia continua sendo uma opção segura e rentável de investimento.

Fernando Razuk é diretor de Incorporação da EBM Desenvolvimento Imobiário e vice-presidente de Incorporação, Pesquisas e Estatísticas da Ademi-GO

Fonte: O Popar, Goiânia 06/04/2013.