A chegada de um bebê é um momento muito especial que traz muitas alegrias e muitas mudanças também!

Uma das principais coisas a se pensar, é a preparação do quartinho de bebê, que deve ser um ambiente funcional, aconchegante e confortável para a criança, os pais e visitantes.

Veja algumas dicas que separamos para deixar esse cantinho da casa mais especial ainda:

1 – Segurança em primeiro lugar

O bebê vai passar grande parte do tempo no quarto e conforme ele for crescendo, vai explorar o ambiente cada vez mais. É muito importante, ainda mais se tratando de crianças, que os móveis escolhidos sejam ergonômicos e possuam certificados de segurança.

2 – Pontos de energia

Verifique os locais do cômodo em que estão interruptores antes de pensar na disposição dos móveis e decoração. Assim, você saberá onde pode ligar um abajur, bomba de retirada de leite ou até mesmo um inalador, se for necessário.

Lembrando que os pontos de luz devem ser de fácil acesso para evitar uso de extensões e deixar o ambiente o mais funcional possível, facilitando momentos como a troca de fralda e a amamentação.

3 – Prefira tons mais suaves

As cores das paredes e da decoração são elementos muito importantes, elas que vão dar vida ao ambiente. A escolha da cor é algo muito pessoal e depende do gosto dos pais, porém, prefira tons mais suaves para as paredes.

A percepção visual do bebê ainda está em formação e embora ele não saiba diferenciar as cores, acaba percebendo as tonalidades. As cores vibrantes trazem agitação em um local que deve ser de paz e descanso. Caso você goste muito de cores mais vivas, coloque-as apenas em detalhes da decoração.

4Pense na organização

Prateleiras e nichos devem ser considerados no projeto do quarto de bebê. São elementos que podem facilitar a organização de itens como fraldas e lenços, por exemplo, e podem ser usados também de forma decorativa, abrigando fotos, pelúcias, luminárias e etc.

5 – Saiba o que evitar

Evite tapetes felpudos para proteger o bebê de alergias e contaminações. Tapetes escorregadios também não devem ser colocados para evitar que acidentes e quedas indesejáveis aconteçam.

6 – Pense no futuro

Planeje o quarto de forma que possa ser adaptado para diferentes idades do seu filho. Prefira móveis versáteis, como um berço que vire uma pequena cama, ou uma cômoda que tenha espaço para trocar fraldas. Assim, você pode evitar reformas ou gastos desnecessários.