Apartamentos e casas com ambientes mais enxutos são uma tendência da engenharia e arquitetura modernas, projetadas especialmente para as grandes cidades. E para unir praticidade e conforto, o design de interiores precisou se adequar, buscando soluções criativas para, mesmo em espaços pequenos, projetar espaços confortáveis e cheios de personalidade!

Para quem está decorando um novo lar, a primeira dica é escolher os móveis maiores e indispensáveis para depois eleger os complementares e os acessórios. Assim, fica mais fácil definir as suas prioridades e o que usar nos espaços que “sobram”. Uma outra dica é optar por móveis com linhas retas e os espelhos, que dão a sensação de continuidade e de amplitude.

As cores também são muito importantes na decoração de espaços pequenos. Nesses casos, aposte em uma paleta neutra e coerente. A sensação de amplitude é intensificada com o uso de cores mais claras e com o uso máximo de iluminação natural, indispensável nesses espaços. As cores mais fortes podem aparecer nos acessórios espalhados pelo cômodo, quebrando a hegemonia dos tons claros. 

Para os móveis, escolha peças multiuso e que otimizam os espaços, como banquinhos que podem funcionar como assento ou mesa lateral, sofás-cama, camas-baú que aumentem o espaço de armazenamento, armários com porta de correr, painéis giratórios… Dar mais de uma opção de uso para o mesmo móvel pode diminuir a quantidade de peças em um ambiente, o que dará leveza e sensação de espaço livre!

 Quero informações