Para deixar um imóvel com jeitinho de lar, nada melhor do que decorá-lo do seu jeito. Mas se a casa ou apartamento é alugado, o que é permitido fazer?

Vivemos em uma geração cada vez mais informada onde velhos hábitos e conceitos estão se dissolvendo. Um deles é o aluguel de imóveis, que passa a ser uma alternativa para quem considera esse um investimento mais econômico a longo prazo. Com isso, cresce o número de pessoas que preferem morar de aluguel do que perseguir o “sonho da casa própria”.

Mesmo com mais pessoas fazendo a opção pelo aluguel, uma dúvida ainda é comum entre os locatários: o que é possível fazer ou mudar em termos de decoração e estrutura quando se trata de um imóvel alugado? E quem aluga sabe que essa é uma preocupação que ocorre antes da mudança, durante o período de locação e até mesmo na hora da entrega do imóvel.

Imóveis alugados podem apresentar diversos desafios e são os proprietários, ou locadores, que determinam quais serão as regras para as mudanças que podem ou não ser feitas. Restrições em relação a pintura, a furos nas paredes, alterações nos cômodos e até a manutenção de alguns móveis são obstáculos que os locatários podem enfrentar na hora de decorar um apartamento ou casa alugados.

Uma solução neste casos é encontrar uma decoração que agrade tanto ao locador quanto ao locatário, que atenda as necessidades de quem vai se mudar e respeitando as regras delimitadas pelo proprietário. Alterações temporárias na pintura, papel de parede, lustres e móveis removíveis para dar identidade ao imóvel de forma rápida e fácil são maneiras de fazer isso.

A dica para decorar do seu jeito sem causar nenhuma dor de cabeça tanto a você quando ao dono do imóvel, consulte o contrato aluguel e sempre que fizer uma mudança faça o que está dentro das regras. Existem milhares de formas criativas de decorar um imóvel sem fazer alterações drásticas, com o uso de móveis e objetos decorativos.

 Quero informações 

Com informações da Casa e Jardim.